Congresso Brasileiro do Sono

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Influência do jet lag social e do cronotipo sobre o consumo alimentar, estado nutricional e ganho de peso de estudantes universitários durante a graduação.

Introdução

O desalinhamento circadiano cujo grau depende do cronotipo individual, tem se mostrado como importante fator de mudanças nos hábitos alimentares e no padrão do sono de estudantes de graduação, levando a um maior consumo de alimentos altamente calóricos, com alto teor de carboidratos e gordura e um menor consumo de hortaliças. O método para medir o desalinhamento circadiano é o jet lag social, que é a dissimetria entre o tempo biológico e o social decorrente do confronto entre a escolha pelo tempo de sono e o essencial para cumprir obrigações sociais.

Objetivo

Avaliar a influência do jet lag social e do cronotipo sobre o consumo alimentar, estado nutricional e ganho de peso de estudantes universitários durante a graduação.

Métodos

Será aplicado um questionário estruturado por meio digital, elaborado pela equipe executora abordando: informações pessoais (telefones de contato e e-mail); características sociodemográficas (idade, escolaridade, situação marital, atividade profissional e horário de trabalho), antecedentes patológicos e doenças; antecedentes patológicos familiares; uso de medicamentos; consumo de cigarros e de bebidas alcoólicas; e prática de atividade física. A Escala de Sonolência de Epworth será utilizada para quantificar o nível de sonolência diurna e para avaliar a qualidade do sono dos estudantes será utilizado o Índice de Qualidade do Sono de Pittsburgh (PSQI). O social jet lag será avaliado através de questões do PSQI. O Social jet lag é calculado pela diferença absoluta entre o ponto médio do sono dos dias de trabalho e dias de folga. O cronotipo será derivado usando o tempo médio de sono em dias no fim de semana (MSF), com uma correção para o débito de sono - calculada como a diferença entre a duração média do sono nos finais de semana e dias da semana. Os voluntários serão categorizados como sendo matutinos (MSF ≤ 3:59 h), intermediários (MSF = 4–4:59 h) ou vespertinos (MSF ≥ 5:00 h). A avaliação da ingestão alimentar será realizada através de recordatório de 24h. As variáveis antropométricas avaliadas serão: massa corporal e estatura, que serão utilizadas cálculo do Índice de Massa Corporal e circunferência da cintura. Essas variáveis serão aferidas presencialmente em conjunto com a aplicação do recordatório de 24h.

Resultados

Sem resultados.

Conclusões

Espera-se demonstrar que os cronotipos vespertinos, estudantes que possuem jet lag social e má qualidade e curta duração do sono apresentem uma pior consumo alimentar e estado nutricional.

Palavras-chave

Cronotipo, jetlag social, estudantes

Área

Projeto

Instituições

Instituto Master de Ensino Presidente Antônio Carlos - Minas Gerais - Brasil

Autores

Laura Cristina Tibiletti Balieiro, Briany Rodrigues Silva, Rayane Bezerra da Silva, Luana Thomazetto Rossato, Danielle Fernandes Alves Alves