Congresso Brasileiro do Sono

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Resposta terapêutica após três meses de uso de CPAP baseada em instrumentos do tipo questionários

Introdução

Na avaliação clínica dos pacientes com queixas sugestivas de Apneia Obstrutiva do Sono (AOS), diversas escalas e questionários são utilizados para fins de diagnóstico e de triagem, além disso vêm sendo utilizados como forma de acompanhamento do tratamento a curto, médio e longo prazo.

Objetivo

Avaliar a pontuação e resultados das escalas de sono pré e após 3 meses de tratamento com CPAP.

Métodos

Estudo transversal, quantitativo com pacientes que iniciaram tratamento para AOS grave com CPAP entre os meses de abril e maio de 2019. Como critérios de inclusão foram selecionados aqueles com diagnóstico de AOS grave com IAH entre 30 e 50 eventos/hora e que tivessem respondido os questionários de triagem inicial. Após selecionar a amostra, os mesmos foram contatados por telefone e entrevistados por esse meio a fim de responder novamente os mesmos questionários após completados 3 meses de tratamento. Os questionários selecionados foram: Epworth (até 9 normal e de 10 a 24 sonolência aumentada) Stop Bang (três ou mais questões identifica alto risco AOS) e Questionário Clínico de Berlin (duas ou mais categorias positivas indica alto risco para AOS)

Resultados

A amostra foi composta por 20 pacientes, sendo 8 (40%) do sexo feminino e 12 (60%) masculino com média de idade de 64±18 anos. A média de IAH foi de 39±21 eventos/hora e a co-morbidade mais frequente nos pacientes foi a HAS (80% da amostra). Quanto ao tempo de tratamento com CPAP todos realizam há 3 meses e 100% da amostra mostrou-se bem adaptada à terapêutica. O relato mais frequente foi o de redução da sonolência diurna (90%) e a queixa que mais persiste é a de ressecamento de VAS (10%). Quanto aos questionários, a média pré tratamento do Epworth foi de 14±4 pontos comparado com 6±2 pontos pós 3 meses de tratamento. Já o questionário clínico de Berlin, 80% da amostra possuía alto risco para AOS e pós o percentual ainda com alto risco foi de 10% da amostra. O questionário de Stop Bang foi positivo para alto de risco de AOS pré tratamento em 70% da amostra comparado com 20% pós

Conclusões

Pode-se sugerir que três meses de uso continuo de CPAP reduz significativamente os índices de sonolência diurna e ainda, reduz os sintomas que levam o paciente a ser considerado alto risco para AOS conforme triagem por questionários validados. Nesse sentido, entende-se que há a necessidade de aumentar a amostra da presente pesquisa a fim de confirmar se esse período de tratamento realmente gera esse impacto positivo na sintomatologia do paciente.

Palavras-chave

Questionários, AOS, CPAP

Área

Área Clínica

Instituições

Imed Passo Fundo - Rio Grande do Sul - Brasil

Autores

Amanda sachetti Sachetti, Grasiela dos Santos, Tiago Simon, Alexandre Simões Dias